Infraestrutura de energia & Telecomunicações

A TS Infra fornece sistemas e equipamentos de alto desempenho e qualidade para o mercado ferroviário. Com o emprego de avançadas técnicas de controle e informação, os projetos de eletrificação de transportes urbanos, implantados pela TS Infra, nos mais variados países, resultam em uma operação altamente segura, eficiente e sustentável.

Eletrificação em CA
Eletrificação em CA

Sistema de energia em CA monofásica para alimentação de linhas de trem de alta e média velocidade.

Eletrificação em CC
Eletrificação em CC

Sistema de energia em CC para alimentação de trens suburbanos, metrôs, monotrilhos e veículos leves sobre trilhos (VLT).

Armazenamento de Energia
Armazenamento de Energia

 Sistema de Telecomunicações de energia tração utilizando baterias LTO SCiBTM.

Referências América do Sul

Argentina
Sarmiento/Mitre – Buenos Aires

Sistemas de Tração 800 Vcc (405 carros)

Argentina
Urquiza

Sistemas de Tração 600 Vcc (128 carros)

Subestações de Tração 600 Vcc (03)

Argentina
Roca

Subestações de Tração 25 kVca (04)

Venezuela
IAFE Caracas

Sistemas de Tração 25 kVca

Inversores Auxiliares

Sistemas de Monitoramento

Ar Condicionado (104 carros)

Chile
EFE

Ar Condicionado (60 carros)

Brasil
Trensurb

Motores de Tração 3 kVcc (100 carros)

Rede de Distribuição 34,5 kV

Brasil
CBTU/EFS – São Paulo

Motores de Tração 3 kVcc (196/30 carros)

RFFSA/CBTU – Rio de Janeiro

Subestações Retificadoras 3 kVcc (17)

Brasil
Metrô de Salvador

Sistemas de Tração 3 kVcc

Inversores Auxiliares (24 carros)

Brasil
Metrô São Paulo – Linha 1

Motores de Tração 750 Vcc (156 carros)

Brasil
Central

Sistemas de Tração 3 kVcc

Inversores Auxiliares (480 carros)

Sistemas de Monitoramento (400 carros)

Brasil
Metrô São Paulo – Linha 5

Subestação Primária (01)

Subestações Retificadoras 1,5 kVcc (14)

Subestações Auxiliares (14)

Catenária Rígida (~22 km)

Catenária Convencional (~18 km)

Sistema de Sinalização de Rota de Fuga

Brasil
Metrô Rio de Janeiro – Linha 4

Subestação Primária GIS (01)

Subestações Auxiliares (14)

Brasil
Metrô São Paulo – Linha 6

Subestações Primárias (02)

Subestações Retificadoras (09)

Subestações Auxiliares (18)

Brasil
CPTM – Linha 13

Subestações Retificadoras (03)

Cabine Seccionadora (01)

Sistema de Telecontrole

Rede de Distribuição 34,5 kV

Metrô Rio De Janeiro, Linha 4

Características

Importante obra para a cidade do Rio de Janeiro, a nova linha 4 do Metrô entrou em operação em 2016 e foi concebida para transportar mais de 300 mil pessoas por dia, retirando das ruas cerca de 2 mil veículos por hora/pico em cada sentido do eixo Barra da Tijuca-Zona Sul. A linha contará com aproximadamente 16 quilômetros de vias e 6 estações de passageiros.

A TS Infra implantou a Subestação Primária São Conrado e as 12 Subestações Auxiliares responsáveis pelo suprimento de energia à nova linha e aos diversos equipamentos auxiliares, localizados nos Túneis, Estações de Passageiros e Pátio de Manutenção e Manobras.

Destaque para a tecnologia de isolamento a gás (GIS: Gas Insulated Switchgear) da Subestação Primária São Conrado, garantindo economia, segurança e confiabilidade às operações do Metrô.

Características Técnicas
Quantidade de Estações 6
Velocidade Máxima 80 km/h
Headway 4 min
Energia Primária Subestação Isolada a Gás (GIS)
138 kV / 22 kV / 90 MVA
Energia Auxiliar 440 / 220 / 127 Vca –
Entre 112,5 e 750 kVA por subestação

Metrô São Paulo, Extensão Linha 5

Características

A extensão ligará o Largo Treze, no bairro de Santo Amaro, à Chácara Klabin, totalizando 19,9 km de extensão, 17 estações e 02 pátios de estacionamento e manutenção.

A TS Infra foi responsável pela implantação de 01 Subestação Primária em Alta Tensão, 14 Subestações Retificadoras de 4 MW, 12 Subestações Auxiliares em Baixa Tensão, 11,5 km de catenárias rígidas de 1500 Vcc, catenárias convencionais, além do Sistema de Sinalização de Rota de Fuga. O escopo da TS Infra abrangeu o desenvolvimento do projeto executivo, fornecimento de equipamentos, montagem eletromecânica, ensaios em fábrica, treinamento, ensaios de comissionamento, sobressalentes e operação assistida.

Com a entrada em operação comercial do trecho Adolfo Pinheiro – Chácara Klabin, a Linha 5-Lilás terá uma demanda estimada de 781.300 passageiros/dia e contará com 34 trens em operação nos horários de pico.

Características Técnicas
Quantidade de Estações 11
Velocidade Máxima 80 km/h
Headway ~2 min
Energia Primária 01 Subestação Isolada a Ar (AIS)
138-88 kV / 22 kV / 100 MVA
Energia Auxiliar 12 Subestações Auxiliares
460 / 220 Vca – Entre 2000 e 4000 kVA por subestação